9 de setembro de 2017

Vasco aproveita Grêmio 'arame liso' e vence na estreia de Zé Ricardo

Compartilhe nas redes sociais

A expressão ''arame liso'' pode ser considerada machista e até certo ponto pejorativa, mas serve para explicar muito da história do triunfo do Vasco sobre o Grêmio na noite deste sábado em São Januário ainda com proibição de público. Na estreia do técnico Zé Ricardo, o time da casa foi pressionado durante a maior parte do tempo, mas mostrou muita precisão e aproveitou uma das poucas vezes em que conseguiu vencer a pressão inicial gremista após a perda da bola. Mateus Vital marcou o seu primeiro gol como profissional do clube e o Vasco dorme na sexta colocação com 31 pontos. O Grêmio segue em segundo, a sete pontos do Corinthians, mas pode ver o virtual campeão brasileiro voltar a abrir dez neste domingo.

Em sua estreia no comando do Vasco, o técnico Zé Ricardo montou a equipe num 4-2-3-1, tendo Escudero como volante ao lado de Wellington. Mateus Vital e Wagner pelos lados, alternando posicionamento a todo momento, e Nenê na faixa central. Na lateral-direita, Madson substituía Gilberto. E Andrés Rios fazia o mesmo com Luis Fabiano no ataque. Já o Grêmio foi escalado por Renato Gaúcho com Léo Moura mais uma vez na vaga de Luan. Bressan formou o miolo de zaga ao lado de Kannemann.
Disposição Tática inicial das equipes.
O primeiro tempo foi extremamente desinteressante até os 30 minutos. O Grêmio na grande maioria do tempo mantinha a bola no campo de ataque. Tinha a posse, apoios constantes ao portador da bola, aproximação. Ramiro, como de praxe, flutuando. Michel e Artur muito participativos, mas faltava profundidade. Agredir a última linha de defesa cruzmaltina. Léo Moura não possui esta característica e o time sente a falta de Luan. A opção mais agressiva era Fernandinho, mas muito pouco para vencer o bom sistema defensivo do Vasco.

O time da casa tinha problemas na saída de bola. Ainda longe do melhor encaixe para propor o jogo sob o novo comando técnico, o Vasco viu em Escudero o principal nome para começar a construir jogadas. Nenê recuava para auxiliá-lo em alguns momentos e Wellington apenas se projetava para equilibrar o posicionamento. Mateus Vital e Wagner tentavam abrir o corredor para a passagem dos laterais, mas o erro era precoce na construção e o Grêmio logo ficava novamente com a bola.



O Cruzmaltino conseguia dar mais emoção na partida a medida que vencia a pressão pós-perda gremista. Desta forma criou uma boa chance com Nenê e abriu o placar com Mateus Vital aos 42' da primeira etapa, após contra-ataque bem trabalhado e o cruzamento de Ramon. Detalhe para a desorganização do Tricolor no momento do gol. Cortez saiu do lado esquerdo para tentar matar o espaço às costas dos volantes, mas possibilitou a lacuna que Vital aproveitou.

No segundo tempo o Vasco contrariou os pedidos de Zé Ricardo e acabou recuando demais as suas linhas de marcação. A postura do Grêmio também influenciou, passou a ser um time mais agressivo, por mais que os problemas de profundidade persistissem. Na prática, o time gaúcho encurralava os cariocas, mas as chances não surgiam. Méritos também do funcionamento defensivo do Gigante da Colina, praticamente perfeito.
Retrato do jogo no final. Grêmio preenchendo o terço final, mas na base do 'abafa'
Renato sacou Léo Moura e aproximou Arthur e Ramiro pela faixa central. Everton entrou pelo lado esquerdo e Fernandinho foi para a direita. A ideia era fazer os extremos atacarem a área adversária preencher o terço final do campo e abrir o corredor para os laterais. Zé Ricardo sacou Wagner, Escudero e Madson, e deu mas jovialidade com as entradas de Paulinho, Bruno Paulista e Yago Pikachu.
Como as equipes terminaram o jogo
Os visitantes ficaram mais expostos e o time da casa quase ampliou com Bruno Paulista em mais um bom contra-ataque. Renato pôs Arroyo e Patrick para dar ainda mais agressividade. Everton foi para a referência, mas a melhor chance e o primeiro chute gremista na direção do gol veio apenas aos 33' da segunda etapa com Fernandinho.

Por Rodrigo Coutinho - @RodrigoCout


Deixe um comentário

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores. É necessário estar logado no facebook para comentar.

 

Bem-vindo ao Linha Alta. Site com conteúdo futebolístico.

© Linha Alta 2016

Edited by Douglas Menezes