6 de outubro de 2016

Top 5 Linha Alta: meio-campistas para se observar na temporada européia

Compartilhe nas redes sociais

A gurizada do Linha Alta ama uma lista. Sério, não é só de análise tática que vivemos e decidi fazer uma sobre meio-campistas que não são tão badalados e começam a temporada voando. Esqueçam Modric, Iniesta e David Silva (nós amamos eles, não entendam mal), o negócio hoje é o “lado B”. Vamos listar cinco que vocês deveriam acompanhar com mais atenção, começaram o ano voando.



Idrissa Gueye – Everton




O Everton começou bem demais a temporada 2016/2017. Além dos gols de Lukaku, da regularidade do Ross Barkley e dos dribles insinuantes de Yannick Bolasie, um jogador vem destruindo nesse início: Idrissa Gueye. O senegalês foi “pinçado” pelos Toffes no Aston Villa, que foi rebaixado na Premier. Com a média de 5.1 desarmes por jogo e 88% dos passes completados, ele vem sendo o metrônomo do lado azul de Liverpool.



Pierre-Emile Hojbjerg – Southampton



Além de ser uma base forte na Inglaterra e um “vendedor” pro Liverpool, o Southampton contrata muito bem, obrigado. Sofiane Boufal, Charlie Austin, Jordy Clasie e Hojbjerg são exemplos. O dinamarquês de 21 anos, que era pupilo de Guardiola no Bayern, nunca teve lá tanto espaço no clube da Baviera, muito por ter Lahm, Vidal e outros concorrendo. Bola sempre teve de sobra. No Augsburg, que chegou a Liga Europa, jogou muito, no Schalke idem. Agora ele chega nos Saints e começa a temporada voando. Com 91% dos passes certos, é o grande “fiador” do time nesse início de 2016/2017. Olho em Hojbjerg, o Southampton será pequeno para ele logo, logo. 




Bruno Soriano – Villarreal


Bruno Soriano em ação pelo Submarino Amarelo (Foto: Getty Images)
Cria da base que surgiu no time semifinalista da Champions de 2015 e que tinha Sorín, Riquelme, Forlán, Arruaberrena e o ótimo Pirès. O tempo passou, Bruno foi ficando, aguentou um rebaixamento no lombo e foi o capitão do time que subiu e chegou na semifinal passada da Europa League, só perdendo para o Liverpool. Dotado de potência física, muita leitura de jogo e uma passe açucarado, Bruno Soriano vem ditando o ritmo do bom Villareal nesse início de temporada. Com Sansone, Pato, Roberto Soriano e o promissor Samu Castillejo, o “veterano” de 32 anos tem 91% dos passes completados na La Liga. E nesse ano foi o cérebro do time no empate contra o Real Madrid em pleno Santiago Bernabéu e ainda marcando de cavadinha.




Allan – Napoli




O Napoli de Sarri tem um dos melhores setores de meio da Europa. Hamsik, o ítalo-brasileiro Jorginho e o ex-Vasco Allan. O brasileiro é versátil, joga nas três do meio e de lateral. É um “dínamo” no time partenopei e foi essencial no time que perdeu o Scudetto para a IMPARÁVEL Juventus e segue sendo parte importante no início de temporada. Para alguns, já merecia uma convocação para a seleção brasileira, antes que tenha o mesmo destino de seu companheiro, Jorginho. Com 90% dos passes certos e 1,9 desarmes por jogo, é um jogador competente no super eficiente Napoli, que já merece um Scudetto. A pena é concorrer com a estelar Juventus.



Roque Mesa – Las Palmas


Roque Mesa representando os Canários contra o poderoso Barcelona
Todos trabalham, Roque Mesa trabalha mais. No bom time de Quique Setién, ele é o “Carimbador Maluco”. Toca, corre por todo lado e desarma em média 1.4 por jogo. A bola sempre passa por ele e não decepciona, já que acerta 91% dos passes e tem 2,0 “passes chave” por jogo. Demorou a decolar na carreira, é verdade, foi ter holofote com 26 anos. Em um setor que concorre com os ótimos Koke, Thiago, Iniesta, Isco, Saúl e Busquets, deve ficar de fora da seleção espanhola, mas ele tem tanta moral no Las Palmas que ganhou um documentário sobre sua carreira.





Dados retirados de Squawka e Whoscored.


Mairon Rodrigues

@Maiiron_


Deixe um comentário

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores. É necessário estar logado no facebook para comentar.

 

Bem-vindo ao Linha Alta. Site com conteúdo futebolístico.

© Linha Alta 2016

Edited by Douglas Menezes