28 de setembro de 2016

Gigantismo colchonero

Compartilhe nas redes sociais

Dê a bola, mas não dê espaço ao Atlético de Madrid. Bayern teve 63% de posse, 585 passes certos e NENHUMA, sim, nenhuma chance clara de gol em Madrid. Isso demonstra a perfeição defensiva dos comandados de Simeone e uma certa falta de imprevisibilidade do Bayern. Douglas Costa e Coman fazem falta às pontas. Müller, nem sempre brilhante, mas sempre efetivo, foi apagado por um enorme Filipe Luís. Vidal não teve a mobilidade característica por dentro, quase não incomodou Koke e Gabi.


O Atlético se postou no seu característico 4-4-2. Foi quase que um replay do confronto contra o Bayern na Champions passada, Torres perseguiu Xabi Alonso no primeiro momento e Griezmann dava um “bafo” na saída de Boateng e Javi Martínez. Bola do lado, em Alaba ou Lahm, mas pressão de Saúl e Carrasco. Sem espaços, Bayern sofreu.


Torres foi um "carrapato" para Xabi Alonso.
Bayern tinha um time bem postado em 4-3-3, com Xabi Alonso de volante, Vidal e Thiago de interiores com Müller e Ribery de pontas. Com movimentos ofensivos interessantes e bem neutralizados: Ribery e Müller por dentro, com Alaba e Lahm por fora, gerando amplitude e tentando “alargar” a marcação espanhola.

Laterais (em amarelo) gerando amplitude e extremos (em laranja) apoiando por dentro: o Bayern ficou postado assim no duelo.
O gol do Atlético saiu em uma jogada característica: o contragolpe. Recuperação no setor de meio campo, Griezmann rouba e Carrasco da ponta pro meia em mano a mano, justiça no placar.

Pressão e reposta rápida são marcas do Atlético de Simeone.
O melhor em campo, na minha opinião, foi o brasileiro Filipe Luís. Sem patriotismo, ele foi um absurdo no jogo. Cobriu o lado esquerdo com maestria, apagou o ótimo Müller e ainda chegou no ataque cavando pênalti! Pena ter Marcelo competindo por posição na seleção.


@maiiron_

Deixe um comentário

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores. É necessário estar logado no facebook para comentar.

 

Bem-vindo ao Linha Alta. Site com conteúdo futebolístico.

© Linha Alta 2016

Edited by Douglas Menezes