8 de março de 2016

San Lorenzo: Pablo Guede e a conhecida intensidade

Compartilhe nas redes sociais

Depois de uma derrota e um empate nas duas primeiras rodadas, o San Lorenzo busca a primeira vitória na Copa. El Ciclón precisa de uma vitória em Porto Alegre para manter-se vivo no sonho do bicampeonato continental. 

Pablo Guede quando treinava o Deportivo Palestino (Foto: Agencia Uno)

O San Lorenzo iniciou a temporada de 2016 com mudança no comando técnico. Após levar o clube ao inédito título da Libertadores em 2014, Edgardo ''El Patón'' Bauza saiu. Buscando um novo conceito de jogo, os Cuervos foram ao Chile buscar Pablo Guede no Deportivo Palestino. O jovem treinador de 41 anos traz consigo um estilo completamente oposto ao de Bauza. E promete, principalmente, intensidade.

Guede, em entrevista ao Clarín, falou um pouco sobre seus conceitos e métodos. Uma das coisas legais que disse, ao responder como via seu San Lorenzo: ''Eu morro com a pressão. A intensidade é o futebol.''. A entrevista completa você lê aqui. Vale a leitura.

Para auxiliar Guede, a direção do San Lorenzo tratou de reforçar o elenco, contratando Ezequiel Cerutti, Marcos Angeleri, Fernando Belluschi, Pedro Franco, Nicolas Navarro e Paulo Díaz. Guede ainda pôde contar com a permanência de todos os jogadores importantes do elenco.

Na entrevista ao Clarín, Guede também citou os esquemas de jogo que pretende utilizar no seu tempo em Boedo: 4-1-3-2, 4-4-2, 4-3-3 e 3-4-3. Podemos ver um pouco de tudo nos jogos do San Lorenzo, pela movimentação constante dos jogadores. Franco Mussis é o único que fixa posição do meio para frente. No 4-1-3-2, ele é o ''1'', fica à frente dos zagueiros.

San Lorenzo - Football tactics and formations
Esquema-base de Pablo Guede no San Lorenzo

Sem a posse, o time ainda não imprime a pressão requerida por Guede. Pelo processo de entendimento e adaptação dos jogadores ao conceito. A marcação é por zona, mas não é raro ver Mussis fazendo alguma perseguição. Em contragolpes adversários, há dificuldade pelo número baixo de jogadores atrás e pela lentidão dos zagueiros. Com o adversário postado, há bastante pressão na bola e aproximação dos jogadores para retomar a posse. 

Exemplo de posicionamento do meio-campo contra o Boca Juniors

A saída de bola é feita por Mussis e os laterais Buffarini e Mas. Os três são acionados pela dupla de zagueiros e buscam alguém à frente com um passe vertical ou conduzem a pelota até o campo adversário. A circulação da bola não parece ser um conceito de jogo de Guede, que busca sempre verticalizar o jogo. 

Mussis com a posse;  há seis jogadores do San Lorenzo à frente da linha da bola, se movimentando e gerando linhas de passe

O time cria basicamente a partir da movimentação intensa e passes verticais no último terço de campo, mas tem talento para arriscar chutes de fora da área também. Nesse quesito, Fernando Belluschi se destaca. Autor de um belo gol contra o Boca Juniors na Supercopa, Belluschi voltou ao país natal nesse começo de temporada, após vários invernos na Europa. 

Ortigoza tem vários papéis dentro da mecânica de jogo da equipe. É o ''centro'' da equipe. Busca a bola, tenta passes verticais e, às vezes, pisa na área. Em geral, o domínio nos jogos do San Lorenzo passa por ele. Sem bola, varia de posição. Passando da linha de três ao posicionamento ao lado de Mussis. 

Nestor Ortigoza, Fernando Belluschi e Sebastián Blanco formam uma linha de 3 à frente de Franco Mussis. O paraguaio é quem se diferencia no posicionamento e função. Enquanto Blanco e Belluschi movimentam-se, infiltram e aproximam da dupla de atacantes, Ortigoza permanece mais recuado para fazer a distribuição da bola. 

''Todo mundo gosta de rotular-te em um dos dois estilos (defensivo ou ofensivo). O importante é jogar bem.'' Guede, Pablo.

O San Lorenzo tem apenas um ponto em dois jogos realizados. Por si só, o time de Guede é intenso. Com pressão por bons resultados na Libertadores, é provável ter ainda mais gana e vontade de vencer nos dois próximos jogos. 

@_nicolasmuller






Deixe um comentário

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores. É necessário estar logado no facebook para comentar.

 

Bem-vindo ao Linha Alta. Site com conteúdo futebolístico.

© Linha Alta 2016

Edited by Douglas Menezes